O que causa psoríase no couro cabeludo? Entenda tudo sobre a doença.

Psoríase no couro cabeludo

Antes de mais nada, vamos entender o que é a psoríase de uma forma geral. De acordo com o dermatologista Dr. Luis Torezan, a doença é caracterizada pelo avermelhamento da parte afetada da pele, além de descamação. No caso da psoríase do couro cabeludo, além dos sintomas citados, é comum ter na raiz dos cabelos uma base branca, lembrando que uma vez que você é diagnosticado com a doença, o tratamento é para a vida toda.

Quais são as causas da psoríase no couro cabeludo?

Os especialistas afirmam que a doença acontece devido a uma predisposição genética e dependendo de alguns fatores ela pode agravar, sendo eles: Baixa imunidade ( Muito comum em doenças de pele), estresse, consumo excessivo de álcool e o clima frio ( O sol tem um pode anti-inflamatório). Vale ressaltar que em alguns casos a psoríase no couro cabeludo pode acontecer associada com uma inflamação, coceira e queda de cabelo.

Curiosidades sobre a doença

Apesar de muito falada, pouca gente sabe realmente as características da doença, e cria um universo de preconceitos e teorias sem fundamento. Veja 4 afirmações que vão aprimorar os seus conhecimentos:

  • Diferente do que muitos pensam, ela não é contagiosa, então pode deixar o seu medo de lado.
  • Apesar da doença acontecer dos 15-25 anos ou dos 50-60, cerca de 75% dos casos acontecem antes dos 40.
  • A maior incidência da doença é no couro cabeludo, porém também é comum o aparecimento em outras partes do corpo, como nos joelhos, tronco, dentre outras.
  • Como quase toda doença, a intensidade da psoríase varia de pessoa para pessoa, então não é aconselhável fazer comparações( Para entender a gravidade, consulte um médico).

Por que a psoríase no couro cabeludo causa queda de cabelo?

A relação da psoríase a queda de cabelo se deve o fato desta doença se tratar de uma inflamação no couro cabeludo, portanto é comum que os folículos capilares se desprendam fazendo com que os fios caiam. É importante lembrar que ao sentir a queda capilar, deve-se procurar um médico especialista para que ele faça uma análise afim de identificar se o problema de queda realmente está relacionado a doença, pois neste caso, com o tratamento pode-se amenizar a perda dos fios. Mesmo que a psoríase não tenha cura, existe tratamento e deve ser feito para controlar os quadros de inflamações, não adie a consulta ao médico.

Quais cuidados devemos tomar?

Psoríase no couro cabeludo

É bom ressaltar que o primeiro e mais importante cuidado é procurar um médico, pois com a facilidade de informação é muito comum a automedicação, o que é totalmente errado. Vamos descobrir os cuidados mais dissipados pelos profissionais:

  • Após o diagnóstico da doença, o médico pode aconselhar uma mudança nos produtos ( Shampoo ou condicionador) que você costuma usar, então prepare-se para esta mudança.
  • Evitar a utilização de acessórios  que deixam o couro cabeludo “sufocado” como chapéus, bonés, lenços, dentro outros.
  • Como a intensidade tem relação com a imunidade, é importantíssimo manter hábitos saudáveis, para que a não ocorra nenhum desequilíbrio no sistema.
  • Evite cutucar, coçar ou arrancar as plaquinhas formadas, pois estes atos podem piorar a situação.
  • Cuidado ao pentear os fios, pois como eles podem estar frágeis devido a inflamação, ao puxar com uma força maior eles podem cair, agravando a queda de cabelo.

Aprendendo mais um pouco

O tratamento da psoríase deve ser feito, exclusivamente por um especialista habilitado, portanto desconfie sempre de produtos caseiros e milagrosos que prometem colocar fim ao problema. Apesar de ser bastante difícil abandonar alguns hábitos pertencentes a nossa vida, devemos pensar sempre na saúde, então se você estiver passando por um episódio de inflamação, evite o consumo de álcool e cigarro, pois com a suspensão do uso destes produtos as chances de  melhora aumentam bastante.

* O tratamento desta doença está disponível no SUS ( Sistema Único de Saúde), oferecendo tratamento com fototerapia, fotossensibilicação além de medicamentos. 

Importante: As informações e sugestões divulgadas pelo site mundo pró-saúde não tem autoridade profissional, e de forma alguma devem ser consideradas como conselhos médicos. Recomenda-se sempre procurar um profissional habilitado antes de tomar qualquer atitude e medicamento.

Artigos relacionados

Hairloss blocker é bom
Entenda como o jogador Túlio Maravilha driblou a calvície e esta atacando novamente com os cabelos mais volumosos.
Glicerina no cabelo
Veja como a maioria das pessoas estão cuidando dos seus cabelos utilizando glicerina.
Please follow and like us:
Facebook0
Facebook
Pinterest
Twitter
Follow by Email

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *